O ERP EVEREST
é ideal para te ajudar na gestão da sua empresa rumo ao sucesso
Centralize toda a gestão do seu negócio
com o ERP Gestão Empresarial e tenha tranquilidade no seu dia a dia.
FACILIDADE E SEGURANÇA
em um sistema completo na nuvem. Reduza custos e ganhe competitividade com nossas soluções.
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Slider
O ERP EVEREST
é ideal para te ajudar na gestão da sua empresa rumo ao sucesso
Centralize toda a gestão do seu negócio
com o ERP Gestão Empresarial e tenha tranquilidade no seu dia a dia.
FACILIDADE E SEGURANÇA
em um sistema completo na nuvem. Reduza custos e ganhe competitividade com nossas soluções.
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Slider

05 dicas para a gestão eficiente do seu Food Service

dicas para gestão do food service

Confira dicas importantes para conseguir uma gestão eficiente do food service e torne o seu negócio ainda mais lucrativo e rentável.

Gerenciar um negócio na área de food service nunca é uma tarefa fácil. Os empresários que contam com mais de uma loja na sua rede, então, precisam de cuidados redobrados na hora de garantir a gestão eficiente.

Mas, será que você está fazendo tudo da melhor maneira possível? Para lhe ajudar nós separamos algumas dicas fundamentais quando o assunto é ter uma gestão eficiente do food service. Confira.

Qual a importância da gestão eficiente do food service?

Vender apenas boa comida não é suficiente para que você tenha sucesso no ramo do food service. É preciso ir além, sobretudo com uma gestão que realmente seja eficiente e capaz de agregar qualidade aos seus pratos, mantendo a saúde financeira do seu negócio em dia.

De acordo com um levantamento do Sebrae, por ano, mais de 880 mil negócios de alimentação de pequeno porte fecham as portas. E você sabe o principal motivo para essa realidade? A falta de gestão.

Não fazer um planejamento prévio, falta de entendimento sobre as necessidades da clientela, falta de controle financeiro, despreocupação com o estoque e falta de gerenciamento dos recursos humanos são as principais dificuldades que levam muitos empresários a fecharem seus negócios.

Para quem possui mais de um restaurante, a situação é ainda mais problemática. Afinal, é preciso ter muito controle para fazer compras acertadas e evitar desperdícios.

Somente com uma boa gestão você poderá entender melhor a sua clientela, desenvolver pratos com uma margem de contribuição maior, reduzir o desperdício e, claro, conseguir ter um crescimento sustentável (ou seja, que consiga se manter ao longo dos anos).

Dicas para uma gestão eficiente do food service

Já está convencido de que uma gestão eficiente do food service é indispensável para o sucesso do seu empreendimento? Então veja algumas dicas importantes que separamos.

1. Fique atento ao controle financeiro

O planejamento financeiro é o pilar de qualquer negócio e o indicativo de que as suas lojas estão com o rendimento dentro do esperado para o período. Porém, a gestão financeira acaba sendo afetada por vários outros setores.

Por exemplo, se você não faz um bom controle de estoque, acaba também fazendo compras mal planejadas. E o resultado será um aumento nas suas despesas e uma redução na margem de lucro de cada prato, algo que certamente influenciará na sua vida financeira, não é mesmo?

Por isso, para fazer uma ótima gestão nesse ponto é muito importante ter total conhecimento de todos os seus setores e fazer com que esses dados estejam integrados.

Além disso, é fundamental:

  • Gerenciar o fluxo de caixa diariamente;
  • Organizar um planejamento mensal e anual, identificando antecipadamente situações que podem causar dificuldades na gestão da empresa;
  • Gerenciar todas as contas a pagar e a receber, ajustando o fluxo de caixa;
  • Apenas contar no fluxo de caixa com aqueles pagamentos já recebidos, ou seja, ter uma gestão mais efetiva do caixa do restaurante;
  • Separar a conta pessoal da conta da empresa, de preferência estipulando um pró-labore para os sócios e evitando retiradas não planejadas do restaurante;
  • Se preparar para pagamentos futuros e planejar o orçamento prevendo despesas tais como décimo terceiro, férias de funcionários, demissões e manutenções;
  • Ter um bom controle das notas fiscais emitidas e recebidas, evitando problemas com o Fisco.

 

2. Faça um bom controle do estoque

Não existe gestão eficiente sem controle do estoque. Ele é a alma de qualquer restaurante, afinal é lá que se encontram os ingredientes que serão responsáveis pelos seus pratos e drinks. Apesar disso, controlar esse setor ainda é uma das maiores dificuldades de muitos gestores.

Um dos passos mais primordiais para melhorar o controle do seu estoque é ter a ficha técnica atualizada de todos os seus pratos e drinks. Com ela, você conseguirá fazer melhor uma projeção de consumo, entender a sua demanda de reposição e ainda combater o desperdício na cozinha.

A gestão do estoque ainda está diretamente relacionada com o setor de compras. Se você gerencia mal o seu estoque, acaba planejando de forma errada as suas compras, gastando mais do que precisa.
Algumas dicas valiosas são:

  • faça um inventário do seu estoque com uma frequência já definida pela empresa, conferindo se as informações que constam no seu sistema, ou nas suas planilhas, condizem com a realidade do estoque;
  • sempre atualize o seu sistema de gestão de estoque, incluindo informações como data da compra, data de vencimento, número de unidades e preço por unidade;
  • sempre dê baixa no estoque quando algum item for retirado, anotando o motivo da retirada, a data, o item e a data de validade;
  • se você tem mais de uma loja, cruze as informações do seu estoque para fazer compras unificadas, aumentando as suas possibilidades de negociação com o fornecedor;
  • fique de olho na data de validade dos produtos e tente fazer compras de acordo com a projeção de consumo, analisando a taxa média de clientes por dia e também os pratos com maior saída.

 

3. Tenha uma boa relação com fornecedores

Os fornecedores são os parceiros de negócio do seu food service e deles depende a qualidade do que você serve e também a margem de contribuição de cada prato.

Por isso, tenha uma lista com os principais fornecedores, faça cotações variadas e sempre atualize os valores de cada ingrediente na ficha técnica. Quando possível, tenha também um “fornecedor reserva”. Assim, caso alguma entrega não seja cumprida, você não colocará em risco a sua cozinha.

Uma sugestão é, sempre que possível, reduzir os o tamanho da cadeia de compras. Ou seja, tente negociar diretamente com a fábrica ou o produtor. Isso reduz o preço final que você pagará pelo item, melhorando a sua margem de contribuição.

Em alguns casos, se for possível, tente fazer parcerias com produtores locais ou até produza alguns dos seus ingredientes, como hortaliças, por exemplo, agregando mais valor ao seu prato e reduzindo os seus custos.

4. Gerencie os recursos humanos

Um bom restaurante é feito de pessoas. E se você não consegue gerir corretamente as suas equipes, certamente terá um grande problema.

Para evitar questões conturbadas, comece contratando colaboradores que estão de acordo com a sua cultura organizacional e que compartilhem dos mesmos valores do seu negócio.

Além disso, lembre-se de sempre realizar treinamentos, de ter uma boa comunicação com todos (evitando fofocas e a rádio peão) e uma política de valorização do bom funcionário, permitindo que essas pessoas cresçam com o seu negócio e que tenham orgulho de trabalhar para a sua marca.

5. Atenção a todas as lojas da rede

Como dissemos, uma gestão eficiente de food service para quem possui mais de uma loja é sempre desafiadora. E a principal dificuldade é conseguir unificar as informações.

Quanto mais unificada for a sua gestão, mais produtiva e eficiente ela será. Assim, você conseguirá manter a mesma qualidade e ainda um faturamento médio ótimo em todas as lojas.

Infelizmente, fica muito difícil conseguir ter esses dados cruzados apenas com controles manuais, como as planilhas do Excel. Uma vez que é impossível acompanhar em tempo real o que está acontecendo em cada uma das suas lojas – algo indispensável para uma gestão eficiente e unificada.

Dica bônus: invista em tecnologia!

Já deu para notar que realizar uma gestão eficiente do food service não é uma tarefa fácil, não é? Mas um bom ERP pode lhe ajudar, como é o caso do Everest 3.0.

Com ele você conseguirá

  • acompanhar as vendas realizadas em cada uma das suas lojas e ainda ter um panorama geral do seu negócio;
  • fazer um controle integrado dos estoques, com baixa automática a cada venda;
  • conseguir compreender melhor o funcionamento de cada um dos seus restaurantes e assim fazer uma projeção de vendas mais real;
  • integrar módulos fiscais, evitando problemas na entrega de documentos contábeis e fiscais;
  • integrar as informações de todos os seus fornecedores, compreendendo melhor os custos dos seus restaurantes;
  • acompanhar em tempo real o que está acontecendo em cada uma das suas lojas;
  • ter o monitor de compras, que automaticamente gera uma lista de compras baseada no fluxo de vendas e na ficha técnica de cada prato.

 

E, então, já está convencido de que a tecnologia é um ótimo aliado quando o assunto é gestão eficiente do food service? Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudá-lo!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin