O ERP EVEREST
é ideal para te ajudar na gestão da sua empresa rumo ao sucesso
Centralize toda a gestão do seu negócio
com o ERP Gestão Empresarial e tenha tranquilidade no seu dia a dia.
FACILIDADE E SEGURANÇA
em um sistema completo na nuvem. Reduza custos e ganhe competitividade com nossas soluções.
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Slider
O ERP EVEREST
é ideal para te ajudar na gestão da sua empresa rumo ao sucesso
Centralize toda a gestão do seu negócio
com o ERP Gestão Empresarial e tenha tranquilidade no seu dia a dia.
FACILIDADE E SEGURANÇA
em um sistema completo na nuvem. Reduza custos e ganhe competitividade com nossas soluções.
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Slider

Como abrir com segurança bares e restaurantes?

A higiene sempre foi um pré requisito básico para o funcionamento de bares e restaurantes, mas agora ela ficou ainda mais importante. Afinal, os cuidados devem ser maiores, tanto na cozinha, quanto no salão e demais ambientes para garantir a segurança de clientes e colaboradores. São várias as recomendações dos órgãos oficiais e elas precisam ser aderidas com rapidez. 

Para te ajudar nessa missão, reunimos todas as informações que você precisa saber para abrir restaurantes em época de coronavírus.

Instalações

A primeira coisa que você deve fazer antes de abrir seu bar ou restaurante é reduzir a capacidade de público. Nesse momento, também é necessário redistribuir mesas e cadeiras de uma forma que elas estejam separadas, lembrando que as cadeiras devem ter uma distância de um metro de uma para outra e as mesas, 2 metros. Outro ponto fundamental é a limpeza de pisos e superfícies, que deve ser reforçada, usando sempre detergente e sanitizantes. A dica também vale para os objetos usados com maior frequência, como cadeiras e mesas. Nesse caso, use água e sabão ou álcool.

Por falar em álcool, ele deve ser disponibilizado na entrada e em locais estratégicos, como banheiros e caixa. Dê preferência para o álcool em gel 70%. Além do álcool, os banheiros, tanto dos colaboradores, quanto dos clientes, devem ter papel toalha descartável e sabonete líquido. Eles devem ser limpos a cada hora e ter lixos com tampas e pedal, evitando os que são acionados manualmente. Além disso, devem ser higienizados diariamente, assim como os demais lixos do estabelecimento.

Com relação ao uso de ar condicionado, o ideal é que ele não seja utilizado, dando preferência para a ventilação natural. Mas, se for indispensável, é necessário limpar os filtros todos os dias. E, finalmente, sobre os cardápios, tente utilizar aqueles em lousa. Caso contrário, é preciso plastificar todos eles, para que seja possível fazer a higienização correta após cada uso

Pagamento

Separamos um tópico apenas sobre pagamento, pois essa é uma ação de bastante contato nos restaurantes e bares. Para diminuir isso, você pode adotar algumas práticas:

                

     Se possível, coloque uma barreira de acrílico no caixa.

     Incentive o uso de cartão, para que não precise tocar em notas e moedas.

     Faça marcações no chão para que a fila de pagamento respeite a distância de 1 metro de pessoa para pessoa (o mesmo serve para filas na entrada).

     Se forem usadas comandas individuais em cartão, elas precisam ser higienizadas após cada uso.

     Cubra a máquina de pagamento com um filme plástico, para que seja mais fácil limpá-la depois de cada uso.

     Disponibilize álcool em gel no caixa.

 

Cozinha

Outro ambiente que precisa de muita atenção é a cozinha. Primeiramente, é necessário respeitar o distanciamento e a melhor forma de fazer isso é revezando a equipe em diferentes turnos.

 

Com relação à manipulação dos alimentos, lembre-se de deixar um espaço reservado para a higienização dos que estão crus. As frutas, legumes e verduras devem ser limpos com antecedência. Para isso, o recomendado é usar produtos específicos para essa finalidade ou utilizar uma solução de 10 ml de água sanitária para 1 litro de água (certifique-se de que a água sanitária que você tem pode ser usada em alimentos). Deixe de molho por 10 minutos e depois, basta enxaguar com água corrente.

 

Bufês por quilo

Separamos um tópico para os bufês por quilo, pois esse tipo de estabelecimento é ainda mais complicado e precisa se adaptar com rapidez para que os próprios clientes e funcionários se sintam seguros no ambiente. Dentre as recomendações, estão:

 

     A fila do bufê também segue a orientação da marcação, para que cada pessoa fique a 1 metro de distância da outra.

     Colaboradores que estiverem servindo os clientes devem usar máscara e luva;

     Se possível, você pode deixar luvas de plástico disponíveis para que os clientes se sirvam;

     Coloque álcool em gel 70% na entrada do bufê;

     Os alimentos devem ser cobertos com protetores salivares, fechados nas laterais e na frente;

     Os talheres devem ser higienizados e disponibilizados em embalagens individuais;

     Pratos, copos e outros utensílios devem estar protegidos;

     Adote temperos em sachê.

 

Clientes

É fundamental que os clientes sejam informados sobre as mudanças e todas as medidas adotadas para garantir a segurança deles e dos colaboradores. Atue no controle da entrada e saída deles e, se o uso das máscaras for obrigatório na sua cidade, só deixe entrar aqueles que tiverem o acessório. Se possível, você também pode tentar disponibilizar máscaras descartáveis.

 

Além disso, reforce a importância de não compartilhar talheres e outros objetos, lavar as mãos corretamente e higienizá-las com álcool em gel nos banheiros e demais pontos estratégicos. Por fim, se algum deles tiver tosse ou febre, é recomendado que essa pessoa não entre no local.

 

Equipe

 

A liderança do proprietário com a equipe é ainda mais importante para quem quer abrir restaurantes em época de coronavírus. Isso porque eles precisam estar calmos e preparados para atuar de maneira segura. Justamente por essa razão, o diálogo é fundamental. Atualize diariamente os colaboradores sobre mudanças e reforce a importância de todas essas novas ações. Informe eles e também não deixe que fake news tomem conta do estabelecimento. Lembre também que conversas desnecessárias devem ser evitadas, tanto entre eles, quanto com os clientes.

Com relação às ações que devem ser tomadas, a obrigatoriedade do uso das máscaras em alguns lugares ainda fica a critério dos donos, mas em boa parte das cidades, as prefeituras já decretaram o uso obrigatório. Nesse caso, é importante explicar para os funcionários como esse acessório deve ser manipulado e usado corretamente, para que além de colocar e retirar com segurança, eles também troquem as máscaras pelo menos a cada 4h ou quando for necessário. O uniforme só deve ser usado no local de trabalho e tanto ele, quanto os EPIs e máscaras não podem ser emprestados.

 

Reforce que é proibido comer, tossir, espirrar, fumar, se coçar, falar desnecessariamente, usar celular, tocar no rosto e orelhas e fazer qualquer outra ação desnecessária e insegura onde os alimentos são manipulados. Também tenha cuidado com o recebimento de mercadorias e entregas por delivery, para que o afastamento e todas as regras de higienização sejam cumpridas. Por fim, considere o home office para colaboradores da área administrativa e se alguém da equipe estiver com suspeita do vírus ou qualquer outra doença, deve ser afastado imediatamente.

 

 

Essas são as recomendações dos órgãos oficiais até o momento para quem vai abrir restaurantes em época de coronavírus, mas é preciso estar sempre atento a mudanças. Afinal, em alguns locais por exemplo, já está sendo considerado a aquisição de termômetro a laser, para que os empreendimentos comerciais testem os clientes antes de entrar nos estabelecimentos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Fale conosco!